Última hora

Última hora

Israel liberta 170 prisioneiros palestinianos

Em leitura:

Israel liberta 170 prisioneiros palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

Israel vai libertar 170 prisioneiros palestinianos. De acordo com a rádio israelita, 120 dos 170 prisioneiros são militantes do partido Fatah, os restantes foram apanhados em Israel como cidadãos ilegais no território.

A decisão foi anunciada por Ariel Sharon em comunicado, numa altura em que decorrem as negociações entre o partido do chefe de governo – o Likud – e os trabalhistas para formar um governo de união nacional, um executivo que terá de aliar-se ainda à pequena formação ultra-ortodoxa – Judaímo Unificado de Torah -que conta com cinco deputados no Knesset. O programa de governo deverá ser hoje assinado. Ao que parece o texto está praticamente redigido, falta apenas acertar os pormenores sobre os poderes de Shimon Peres, o líder trabalhista. Tudo indica que Peres será o vice-primeiro-ministro de Sharon. O executivo deverá contar com outros oito ministros trabalhistas. Os dois principais partidos de Israel terão incluído no programa de governo a retirada de 8 mil colonos da Faixa de Gaza no máximo a partir de 1 de Março de 2005.