Última hora

Última hora

Reino Unido: Inconlusivo o inquérito aos alegados abusos de poder de Blunkett

Em leitura:

Reino Unido: Inconlusivo o inquérito aos alegados abusos de poder de Blunkett

Tamanho do texto Aa Aa

Fica em aberto a questão relativa aos alegados abusos de poder do antigo-ministro britânico do Interior. As conclusões da comissão de inquérito, apresentadas hoje, não permitem acusar mas também não ilibam David Blunkett.

Segundo a comissão, criada pelo antigo-ministro e presidida por Sir Alan Budd, Blunkett interveio no processo de autorização de residência permanente de uma funcionária da ex-amante. No entanto, como explica Sir Alan Budd, os investigadores não conseguiram determinar se Blunkett tentou favorecer ou dar um exemplo da morosidade do sistema de legalização de estrangeiros. Em apenas 52 dias, a comissão investigou a entrega da autorização de residência permanente em solo britânico de uma cidadã filipina, ama dos filhos de Kimberly Quinn, obtida em apenas um mês, quando geralmente demora três. David Blunkett, de 57 anos, sempre negou qualquer intervenção no caso, mas demitiu-se no passado dia 15, embora o seu regresso esteja agora também em aberto.