Última hora

Última hora

Parlamento russo suprime feriado da revolução bolchevique

Em leitura:

Parlamento russo suprime feriado da revolução bolchevique

Tamanho do texto Aa Aa

A Duma aprovou hoje uma profunda alteração do calendário de feriados nacionais russos. A lei suprime o feriado de 7 de Novembro, que comemora a revolução bolchevique, mas também os feridos do dia da Constituição, a 12 de Dezembro, e reduz o dia do Trabalhador a uma só jornada, a 1 de Maio.

Em contrapartida, como explica Andrey Isaev, presidente da comissão parlamentar para a política social, os feriados serão pagos a todos os trabalhadores e não apenas aos funcionários públicos e os russos passarão a ter direito a cinco dias de férias no Ano Novo. A lei, que seguirá para o Senado, esteve envolta em polémica. Os comunistas de Gennady Zyuganov desejavam manter o feriado de 7 de Novembro, que comemora a revolução bolchevique de Outubro de 1917, apesar da data marcar também a partida das tropas russas na Segunda Guerra mundial, em 1941. A lei põe fim às confusões: a festa nacional, chamada agora Dia da Unidade do povo, passa a ser no dia 4 de Novembro, e marca uma vitória numa guerra contra a Polónia.