Última hora

Última hora

Na visita surpresa ao Iraque, Rumsfeld garante a derrota da rebelião iraquiana

Em leitura:

Na visita surpresa ao Iraque, Rumsfeld garante a derrota da rebelião iraquiana

Tamanho do texto Aa Aa

Donald Rumsfeld acabou por reconhecer que os Estados Unidos têm sofrido alguns fracassos no Iraque. A declaração foi feita esta sexta-feira durante a visita supresa do secretário da Defesa norte-americano ao terreno. No entanto, o chefe do Pentágono tranquilizou os soldados, garantindo-lhes que a rebelião iraquiana será derrotada.

O Pentágono aumentou para 150 mil o número de soldados e o presidente pediu ao Congresso mais 80 mil milhões de dólares para a ofensiva. A cinco semanas das eleições iraquianas, a mensagem é simples para Rumsfeld: os soldados, não só como americanos mas como pessoas livres da comunidade internacional, não podem pensar no fracasso e ficar na defesiva, devem sim estar na ofensiva. Em Bagdade, Rumsfeld serviu o jantar de Natal aos soldados. Mas o contacto com as forças levaram-no ainda a bases em Falluja, Tikrit e em especial a Mossul, onde as forças americanas sofreram o pior ataque desde o início da ofensiva. O secretário da Defesa encontrou-se com alguns dos 72 feridos do ataque suicida da passada terça-feira, do qual resultaram 22 mortos, 18 dos quais norte-americanos. O ataque foi reivindicado por um grupo ligado à al-Qaida e representa um revés para os Estados Unidos, obrigados a repensar o sistema de defesa das respectivas bases.