Última hora

Última hora

Contratação de empregada filipina gera polémica em torno de Viviane Reding

Em leitura:

Contratação de empregada filipina gera polémica em torno de Viviane Reding

Tamanho do texto Aa Aa

A luxemburguesa Viviane Reding está no centro de uma polémica por ter contratado uma empregada filipina. Em Outubro último, a comissária para os Media decidiu empregar uma doméstica filipina, para se ocupar da sua casa, no Luxemburgo – isto, apesar de a comissão governamental para o Emprego ter dado um parecer desfavorável a esta contratação.

Viviane Reding foi aconselhada a contratar um dos 30 milhões de desempregados não qualificados, existentes na União Europeia. Agora, a oposição pede explicações ao governo sobre o porquê da autorização de trabalho concedida à asiática. A lei do Grão-ducado defende a contratação de pessoal comunitário. As únicas excepções são os profissionais altamente qualificados, como informáticos ou especialistas financeiros – e, mesmo estes, entram a conta-gotas.