Última hora

Última hora

Indonésia conta já mais de 94 mil mortos

Em leitura:

Indonésia conta já mais de 94 mil mortos

Tamanho do texto Aa Aa

A Indonésia paga o mais pesado tributo à catástrofe natural que se abateu sobre a Ásia. O número de mortos, só na ilha de Samatra, ultrapassa já os 94 mil num balanço que continuará certamente a crescer.

Este aumento brusco das vítimas mortais explica-se pela existência de muitos quilómetros do território que ficaram completamente isolados e que só agora começam a ser descobertos. Para além dos mortos, a Indonésia regista ainda 390 mil refugiados e mais de um milhão de pessoas a precisar de ajuda externa para sobreviver em Samatra e Aceh e é precisamente aí que o acesso é mais difícil. O presidente indonésio, Susilo Bambang Yudhovono, anunciou, entretanto, que está prevista para quinta-feira, em Jacarta, uma conferência que reunirá o secretário-geral da ONU, Kofi Anan; os primeiros-ministros chinês, japonês e australiano: o secretário de Estado norte-americano; o presidente da União Europeia, Jean-Claude Junker e o presidente da Comissão, Durão Barroso. Todos vão descutir a forma de ajudar a Indonésia a ultrapassar a tragédia. Entretanto, e apesar das dificuldades no terreno, os aviões com a ajuda humanitária estão a chegar ao país. Da Dinamarca e do Dubai chegaram 400 toneladas de cobertores, tendas e sobretudo jerricans de água, um bem precioso para estas populações ameaçadas de várias epidemias por falta de água potável.