Última hora

Última hora

Deutsche Boerse e Euronext lutam pela Bolsa de Londres

Em leitura:

Deutsche Boerse e Euronext lutam pela Bolsa de Londres

Tamanho do texto Aa Aa

A tentativa de compra da Bolsa de Londres – London Stock Exchange (LSE) por parte da Deutsche Boerse, a entidade que gere a bolsa de Frankfurt, tem um novo capítulo esta quinta-feira com o terceiro encontro entre os presidentes das duas instituições. A Deutsche Boerse deve subir a parada, depois da LSE ter rejeitado a anterior, de 1,8 mil milhões de euros. Werner Seifert, presidente da bolsa alemã, quer bater a rival Euronext nesta luta pelo controlo do mercado londrino. Independentemente de quem vença, a verdade é que vai nascer a maior bolsa da Europa e segunda maior do Mundo, depois de Wall Street. Em termos de capitalização bolsista, a LSE é a maior da Europa, com mais de dois biliões de euros, seguida pela Euronext e pela Deutsche Boerse.

Apesar das insistências dos alemães, a Euronext não desarma. Este consórcio, que junta as bolsas de Paris, Bruxelas, Amesterdão e Lisboa, fez já uma oferta maior que a dos alemães, que a Deutsche Boerse deve agora cobrir. Jean-Françios Theodore, presidente da Euronext, é o senhor que se segue e deve encontrar-se com Clara Furse, presidente da bolsa londrina, esta sexta-feira. Segundo alguns analistas, o consórcio pan-europeu tem mais hipóteses de concretizar a compra, já que pretende comprar a plataforma electrónica MTS, que negoceia obrigações. Uma possível fusão com a Euronext vai permitir aos investidores e corretores transaccionarem este tipo de títulos na Euronext. Em Londres, o consórcio europeu opera já a bolsa de derivados Liffe.