Última hora

Última hora

IRA acusado do assalto ao Northern Bank

Em leitura:

IRA acusado do assalto ao Northern Bank

Tamanho do texto Aa Aa

O Exército Republicano Irlandês está na mira das forças policiais na sequência do assalto ao Northern Bank, dia 20 de Dezembro, onde foram roubados mais de 30 milhões de euros.

O IRA negou desde sempre qualquer implicação mas o chefe da polícia da Irlanda do Norte, Hugh Ordre, afirma que “segundo as investigações efectuadas as informações recolhidas apontam para o IRA como responsável por este crime”. Segundo os peritos do Northern Bank trata-se do maior roubo em dinheiro da história dos Reino Unido. Depois de várias inspecções a casas e negócios do IRA no bairro católico o Exército Republicano surge como o principal suspeito por mais que isso indigne os seus dirigentes. O Sein Fien condenou publicamente a tentativa de tratar os seus militantes como criminosos reafirmando a sua posição em relação às negociações que se encontram actualmente num impasse e que se destinam a restabelecer as instituições locais no âmbito dos acordos de paz de 1998.