Última hora

Última hora

OPEP quer evitar queda nos preços

Em leitura:

OPEP quer evitar queda nos preços

Tamanho do texto Aa Aa

A OPEP quer defender o petróleo a 40 dólares por barril. O cartel vai reunir-se em Viena no final do mês e pode fazer um novo corte na produção, em 1 ou 1,5 milhões de barris por dia, para evitar um excedente nos stocks e uma queda abrupta dos preços na segunda metade do ano, quando tiverem acabado os meses frios no Hemisfério Norte, e, por consequência, tiver caído a procura dos combustíveis para aquecimento.

O ministro iraniano do petróleo foi o primeiro a pedir uma intervenção, por parte da OPEP mas, ao mesmo tempo, disse que não acreditava que os preços caíssem abaixo dos 40 dólares por barril. Em 2004, a produção mundial de petróleo foi de cerca de 29 milhões de barris por dia, nos países da OPEP, e de 50 milhões de barris diários, nos países de fora do cartel. Esta semana, os rumores de que o cartel pode fazer um novo corte na produção alimentaram uma nova subida nos preços do barril depois de, no final do ano, os preços terem estado a caír. O crude norte-americano ultrapassou os 45 dólares e o Brent do Mar do Norte, cotado no mercado de Londres, ronda os 42,5.