Última hora

Última hora

Vitória de Iuschenko: Supremo Tribunal da Ucrânia coloca ponto final na crise

Em leitura:

Vitória de Iuschenko: Supremo Tribunal da Ucrânia coloca ponto final na crise

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal ucraniano colocou um ponto final na crise que há dois meses ameaçava a integridade nacional da Ucrânia. E à porta do Supremo, dezenas de apoiantes de Viktor Iuschenko gritavam vitória, como se tivessem adivinhado que o líder laranja ia obter a presidência da república.

O colectivo do Supremo, que analisou o pedido de anulação do escrutínio de 26 de Dezembro por irregularidades graves, não encontrou razões para invalidar os resultados, que deram a Iuschenko 51,99% dos votos e ao rival, Viktor Ianukovich, 44,2 por cento. Favorável a uma aproximação estreita com a União Europeia e a reformas para combater a corrupção, Iuschenko vai finalmente, no domingo, tomar posse como terceiro presidente do país, desde a independência, em 1991. Entretanto Ianukovich, derrotado, demitiu-se do cargo de primeiro-ministro desta antiga república soviética. O candidato do regime viu-se só, depois de o presidente cessante, Leonid Kuchma, lhe ter voltado as costas, ao reformar a Constituição e ao aceitar a realização do escrutínio de Dezembro, depois de Ianukovich ter reclamado vitória numa eleição anterior.