Última hora

Última hora

Abbas espera obter em breve "sim" dos grupos radicais a uma trégua com Israel

Em leitura:

Abbas espera obter em breve "sim" dos grupos radicais a uma trégua com Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Está para breve a conclusão da trégua negociada por Mahmmud Abbas com os grupos radicais palestinianos. A afirmação é do presidente palestiniano numa entrevista televisiva, após uma série de anúncios e desmentidos sobre um acordo.

Os grupos acolhem bem a ideia, mas impõem condições, evocadas na entrevista de Abbas deste domingo. Segundo Abbas, Israel é responsável pela aplicação da trégua e deve, por isso, pôr fim às operações militares e libertar prisioneiros palestinianos. Abbas tenta convencer os grupos radicais a pôr fim aos ataques contra o Estado hebraico, tal como exige Israel para relançar o processo de paz. Aproveitando a acalmia, o governo israelita reuniu-se este domingo em Sderot, palco frequente de ataques palestinianos. O vice-primeiro-ministro Shimon Peres afirma que “Abbas está a provar ser um homem de palavra e que as relações entre israelitas e palestinianos são políticas e não tecnológicas, não se trata de uma relação entre armas mas entre povos”. Com o envio de milhares de polícias palestinianos para o Norte da Faixa de Gaza, a violência diminuiu e, enquanto durar a calma, Sharon suspendeu as operações militares contra os radicais palestinianos. Porém, a população israelita exige mão-de-ferro.