Última hora

Última hora

João Paulo II apela à sociedade e governo espanhóis

Em leitura:

João Paulo II apela à sociedade e governo espanhóis

Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que o debate sobre as imposições da fé católica está ao rubro em Espanha, João Paulo II interveio. A reunião com a Conferência Episcopal espanhola estava marcada há muito. Mas, tendo em conta os acontecimentos recentes, a mensagem do Papa foi particularmente incisiva.

O Sumo Pontífice apelou ao governo espanhol para não esquecer as raízes cristãs da sua sociedade, alertou para o avanço da mentalidade laica e, mais directamente, exortou ao “respeito pela vida em todas as etapas.” Não é preciso ir longe para compreender as razões do discurso. Na quarta-feira, o porta-voz da Igreja espanhola declarou que “o preservativo tem o seu lugar no contexto da prevenção integral e global da SIDA.” Perante o espanto geral, a Conferência Episcopal apressou-se a remediar a situação, retomando o discurso de que, afinal, “o uso do preservativo contraria a moral do indivíduo.” Os católicos espanhóis parecem cada vez mais afastados do governo de Zapatero. No último exemplo, uma responsável do executivo manifestou a sua “perplexidade” perante o líder da Conferência Episcopal que afirmou que em Madrid “se peca maciçamente.”