Última hora

Última hora

Dois ataques quebraram as tréguas no Médio Oriente

Em leitura:

Dois ataques quebraram as tréguas no Médio Oriente

Tamanho do texto Aa Aa

O cessar-fogo entre Israel e os palestinianos foi quebrado esta segunda-feira na sequência da morte de uma criança palestiniana. O colonato israelita de Gush Katif, na Faixa de Gaza, foi visado por granadas de morteiro do Hamas, que causaram apenas danos materiais.

A frágil trégua, vigente há duas semanas, está assim novamente ameaçada e, depois deste incidente, é de esperar uma reacção do Tsahal, visto que oito grupos radicais palestinianos ameaçaram voltar a pegar em armas. O ataque palestiniano ocorreu depois da morte de uma menina de 10 anos, que brincava no recreio de uma escola dirigida pela Agência das Nações Unidas para auxílio aos refugiados no campo de refugiados de Rafah. De acordo com fonte hospitalar e da ONU, a criança foi atingida por uma bala disparada das imediações de um posto de observação israelita. Uma outra menina foi também baleada e ficou ligeiramente ferida. O Tsahal abriu um inquérito, mas desmentiu qualquer envolvimento, apontando a responsabilidade a palestinianos que celebravam com tiros o regresso de peregrinos de Meca. Reunido de emergência com o executivo palestiniano, o primeiro-ministro Ahmed Qorei condenou o crime. Ainda esta segunda-feira, o ministro da Defesa israelita, Shaul Mofaz, reuniu-se com o responsável pela Segurança na Faixa de Gaza, Mohamed Dahlane, para acordar a iminente retirada do Tsahal de quatro cidades do território.