Última hora

Última hora

Detenção do alegado porta-voz da Al-Qaida na Europa

Em leitura:

Detenção do alegado porta-voz da Al-Qaida na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia belga deteve hoje em Bruxelas um alegado alto dirigente do Grupo Islâmico de Combatentes Marroquinos, acusado de envolvimento nos atentados de 11 de Março em Madrid.

Youssef Belhadj, de nacionalidade marroquina, que tinha sido interpelado e libertado no Verão, é apontado agora pelas autoridades como o possível porta-voz da Al-Qaida na Europa que reivindicou os atentados de Madrid. A operação policial belga acontece um dia depois das autoridades espanholas terem emitido um mandato de captura e de extradição relativo a Belhadj. Ontem, outros quatro marroquinos, também supostamente ligados ao Grupo Islâmico de Combatentes Marroquinos, tinham sido detidos durante uma operação no bairro de Leganés, nos arredores de Madrid. A organização salafita, fundada por antigos combatentes no Afeganistão é apontada como um dos braços da Al-Qaida na Europa, sendo considerada a autorados atentados em Casablanca, que provocaram mais de 40 mortos em Maio de 2003. Até agora 150 pessoas foram detidas no quadro da investigação dos atentados de 11 de Março em Madrid.