Última hora

Última hora

Negociações entre Fiat e GM voltam à estaca zero

Em leitura:

Negociações entre Fiat e GM voltam à estaca zero

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de ter sido noticiado que a Fiat e a General Motors teriam chegado a acordo, acabou por não haver sintonia. O prazo da mediação terminou e as duas empresas vão, provavelmente, resolver o assunto em tribunal.

A GM é um dos principais accionistas da Fiat Auto, divisão automóvel do grupo italiano. Desde há quatro anos, existe um acordo de parceria – esse contrato tem uma cláusula polémica, segundo a qual a GM pode ser obrigada a comprar o resto do capital da Fiat Auto. A GM não quer esse negócio e as duas empresas estiveram, até à meia-norte de ontem, envolvidas num processo de mediação. Segundo foi veiculado ontem, a GM poderia ter de pagar 1,8 mil milhões de euros para sair de vez do capital da Fiat Auto. A actual fatia dos americanos é de dez por cento. No entanto, nem o dinheiro parece ter resolvido a questão. As duas empresas mantêm-se firmes: a GM diz que a tal cláusula já não tem validade; a Fiat argumenta o contrário e garante que pode usar essa cláusula a qualquer momento, a partir de agora.