Última hora

Última hora

Países do centro e Leste da Europa contra discriminação da população cigana

Em leitura:

Países do centro e Leste da Europa contra discriminação da população cigana

Tamanho do texto Aa Aa

O combate contra a discriminação da população cigana na Europa levou hoje os líderes de oito países do centro e Leste europeu a selarem um compromisso em Sófia.

Bulgária, Croácia, República Checa, Hungria, Macedónia, Roménia, Eslováquia, Sérvia e Montenegro comprometeram-se a trabalhar pela integração plena daquela que é a principal minoria europeia. Um objectivo que até 2015 passará pela implementação de novas leis contra a discriminação, o apoio à fixação das populações e à integração no sistema de ensino. Nas palavras do primeiro-ministro búlgaro, Simeon de Saxe Coburg-Gotha, que presidiu a reunião, “dez anos chegarão para mudar a vida da população Rom em áreas como a saúde, a habitação e o emprego”. Os mais de dez milhões de ciganos que vivem no Leste da Europa queixam-se de discriminação, sendo a minoria mais atingida pelo desemprego.