Última hora

Última hora

Irlanda do Norte: novo suspeito arrolado no processo do atentado de Omagh

Em leitura:

Irlanda do Norte: novo suspeito arrolado no processo do atentado de Omagh

Tamanho do texto Aa Aa

Avança o inquérito ao atentado de Omagh, na Irlanda do Norte. Um homem de 34 anos foi detido segunda-feira em Newry e acusado ontem de ter fornecido ao IRA Verdadeiro a viatura utilizada no atentado de 15 de Agosto de 1998. Nesse sábado, 29 pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas em resultado da explosão de uma bomba de 225kg, colocada num Vauxhall Cavalier cor de vinho. O homem agora acusado será presente a tribunal esta quarta-feira.

O atentado de Omagh foi reivindicado por uma facção dissidente do Exército Republicano Irlandês, o IRA Verdadeiro, que se opõe ao processo de Paz e que não respeita a trégua declarada pelo IRA em 1994. Até agora ninguém foi acusado de homicídio pelo atentado de Omagh. Um homem está à espera de julgamento acusado da posse do temporizador utilizado para detonar a bomba.

A única pessoa condenada por ligações ao atentado de Omagh, Colm Murphy, viu a sentença de 14 anos de prisão ser anulada por um tribunal de apelo que considerou que a “presunção de inocência” foi desprezada, favorecendo-se os antecedentes criminais do réu. Murphy, que é natural da mesma terra do homem agora acusado, aguarda em liberdade a repetição do julgamento.