Última hora

Última hora

Primeiras eleições municipais na Arábia Saudita

Em leitura:

Primeiras eleições municipais na Arábia Saudita

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez na História, a população masculina da Arábia Saudita vai às urnas. Mesmo assim, o dia é marcado pela apatia. Na província de Riade, num total de quatro milhões de pessoas, 470 mil homens têm direito de voto mas só se inscreveram 148 mil.

As eleições municipais decorrem hoje na província de Riade. Nas regiões do Leste e Sudoeste vota-se em Março e no Norte e Oeste em Abril. As mulheres, que representam 50% da população, não podem votar. Este é o único aspecto criticado pelos Estados Unidos, que pressionaram o regime saudita a encetar a modernização política do país. O presidente da Câmara da capital, o príncipe Abdel Aziz ben Ayyaf al-Moqrin, afirma estar “feliz pois é um dia especial”. Quanto à exclusão do voto feminino, defende uma participação das mulheres nos futuros escrutínios. Para muitos as eleições são uma operação de cosmética, pois, no final, só se elege metade dos membros dos 178 conselhos municipais do país. A outra metade continua a ser designada pelo poder. O escrutínio decorre sob fortes medidas de segurança. Mas até agora não houve incidentes. O regime é acusado pelos radicais islâmicos de colaborar com Washington e Riade é palco, por vezes, de confrontos entre polícias e terroristas.