Última hora

Última hora

MCI aceita oferta de compra da Verizon

Em leitura:

MCI aceita oferta de compra da Verizon

Tamanho do texto Aa Aa

A empresa norte-americana de telecomunicações Verizon levou a melhor sobre a compatriota Qwest, na luta pelo controlo da MCI, a antiga WorldCom. A oferta de 6,6 mil milhões de dólares, cerca de cinco mil milhões de euros, foi preferida, apesar de a concorrente ter feito uma oferta maior. A MCI é a segunda maior empresa norte-americana de chamadas de longa distância.

Esta compra permite à Verizon manter-se no primeiro lugar do sector das telecomunicações, nos Estados Unidos, em termos de volume de negócios, à frente da SBC, que há pouco tempo anunciou a compra da antiga casa-mãe, AT&T. No entanto, esta última é líder em termos de linhas telefónicas, com mais de 76 milhões, enquanto a Verizon-MCI tem 68 milhões. A MCI foi fundada nos anos 60 e comprada, em 1998, pelo gigante das chamadas de longa distância, WorldCom. No entanto, depois do escândalo financeiro que levou o grupo à falência, a WorldCom acabaria por renascer das cinzas, tomando o nome da antiga filial. A fusão deve custar o emprego a sete mil trabalhadores da MCI, segundo foi anunciado pela Verizon. Embora a oferta fosse mais pequena, a aministração da MCI preferiu esta empresa à Qwest, por ser mais fiável e ter menos dívidas.