Última hora

Última hora

Knesset aprova indemnizações para os colonos da Faixa de Gaza

Em leitura:

Knesset aprova indemnizações para os colonos da Faixa de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Para se dirigir ao parlamento israelita, Ariel Sharon enfrentou várias ameaças de morte. Com um dispositivo especial em torno da Knesset, o primeiro-ministro afirmou que a sua “segurança pessoal não afecta os planos de retirada da Faixa de Gaza” e avançou com a votação sobre as indemnizações a atribuir aos colonos judeus.

A proposta, que foi aprovada, estipula compensações de mais de 300 mil euros a cada família. Mas o dinheiro não parece contar muito para os colonos radicais, os mesmos que proferiram as ameaças de morte. À porta da Knesset houve uma manifestação contra o desenraizamento judaico dos territórios. No entanto, não se registaram incidentes. Sharon já tinha anunciado que começou a coordenar o plano de retirada com a Autoridade Palestiniana. O líder palestiniano, Mahmoud Abbas, vai negociar a composição definitiva do governo do primeiro-ministro Ahmed Qorei, contando já com a aprovação da Fatah, para que o executivo possa ser investido na próxima terça-feira.