Última hora

Última hora

Dois jornalistas indonésios desaparecidos no Iraque

Em leitura:

Dois jornalistas indonésios desaparecidos no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Mais dois jornalistas, um homem e uma mulher de nacionalidade indonésia, terão sido raptados por activistas iraquianos na estrada entre Amman e Bagdad, nas proximidades da cidade de Ramadi. O rapto dos dois profissionais, que trabalhavam para uma televisão indonésia, não foi até ao momento reivindicado.

Em Setembro de 2004 dois cidadãos indonésios foram raptados na mesma estrada pelo Exército Islâmico iraquiano para exigirem a libertação do religioso indonésio, o radical islâmico Bakar Bashir. Em Ramadi vivem-se, nas últimas 24 horas, momentos de tensão. Tendo-se registado violentas trocas de tiros entre os rebeldes e soldados iraquianos. Em relação à jornalista do Liberation, Florence Aubenas, também desaparecida no Iraque, o ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Michel Barnier, disse que ainda há esperança. Itália mobiliza-se amanhã, numa manifestação de solidariedade, pela repórter do jornal Il Manifesto, Giuliana Sgrena.