Última hora

Última hora

Festa religiosa no Iraque manchada pelo sangue

Em leitura:

Festa religiosa no Iraque manchada pelo sangue

Tamanho do texto Aa Aa

Os atentados estão a marcar a festa religiosa dos xiitas no Iraque. Nas proximidades duma mesquita da zona ocidental de Bagdad um suicida fez-se explodir no meio duma multidão de fiéis que assistia um funeral de uma das vítimas da violência de ontem. O primeiro balanço aponta para três mortos e 37 feridos. Horas antes tinha sido a vez de Baquba, no norte do Iraque, ser palco dum atentado que fez dois mortos e dois ferido. O ataque visou a Guarda Nacional.

Entretanto prosseguem os festejos da Ashura. A celebração assinala o aniversário do assassinato do neto de Maomé, o imã Hussein, tido pelos xiitas como o herdeiro do profeta. Os rituais desenrolam-se sob fortes medidas de segurança. Ontem o dia ficou marcado pela morte de cerca de 40 pessoas, a grande maioria em ataques anti-xiitas na capital e em Kirkuk. Sexta-feira foi o dia mais sangrento no país desde as eleições de 30 de Janeiro que conduziram os xiitas ao poder pela primeira vez no Iraque moderno.