Última hora

Última hora

Gabinete israelita vota retirada de Gaza

Em leitura:

Gabinete israelita vota retirada de Gaza

Tamanho do texto Aa Aa

Hoje é um dia decisivo para o futuro do processo de paz israelo-palestiniano. O executivo liderado por Ariel Sharon vai votar o plano de retirada da Faixa de Gaza e do norte da Cisjordânia. O projecto do primeiro-ministro deverá ser aprovado pois goza do apoio dos trabalhistas de Shimon Peres. Espera-se que 17 ministros votem favoravelmente enquanto os detractores do plano não serão mais que cinco, entre eles o ministro das Finanças Benjamin Netaniahu, adversário político de Sharon no seio do partido Likud.

Na passada quarta-feira o parlamento israelita votou favoravelmente a lei das indemnizações a atribuir aos colonos que vivem nos locais a evacuar. Depois da aprovação do plano de retirada pelo gabinete israelita o chefe do executivo e o ministro da Defesa, Shaoul Mofaz, terão carta branca para assinar as ordens necessárias conducentes à evacuação dos territórios conquistados em 1967. O projecto vai afectar cerca de 8.000 colonos, a grande maioria residente na Faixa de Gaza. Mas nos colonatos a resistência é enorme.