Última hora

Última hora

O sangue volta a separar israelitas e palestinianos

Em leitura:

O sangue volta a separar israelitas e palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

A reação imediata dos representantes da Autoridade Palestiniana foi de repúdio e de condenação ao atentado de Telavive, um ataque que consideraram violador do acordo de cessar-fogo aceite pelos grupos islâmicos, ainda que com reticências.

Um porta-voz do gabinete do ministro israelita dos Negócios Estrangeiros denúncia: “o acordo entre as autoridades palestinianas e as organizações terroristas não tem valor e a única maneira de pôr fim a estes actos é destruir essas estruturas”. Menos palavras e mais acção é o que pede a voz israelita. A mesma posição foi manifestada por Washington donde Condolezza Rice reagiou de imediato.Do lado palestiniano Mhamud Abbas convocou um reunião de emergência com os chefes de Segurança tendo apelado a uma investigação conjunta israelo-palestiniana para descobrir os responsáveis deste ataque. Os esforços da cimeira de Charm el-Cheik estão em perigo, os inimigos da paz terão de ser rapidamente desmacarados.