Última hora

Última hora

Itália repartida entre luto e revolta

Em leitura:

Itália repartida entre luto e revolta

Tamanho do texto Aa Aa

Os sentimentos em Itália repartem-se em dois sentidos: primeiro, de luto pela morte de um homem que João Paulo II louvou pelo seu “acto heróico”; segundo, de fúria pela contradição das explicações avançadas e pela procura de respostas.

O corpo de Nicola Calipari chegou durante a noite a Roma, onde foi recebido com honras militares, e levado para o Monumento Vitoriano, no centro da cidade. O funeral de Estado vai decorrer esta segunda-feira. Será a partir dessa cerimónia que o debate sobre as circunstâncias da morte de Calipari, durante o salvamento da jornalista Giuliana Sgrena, vai assumir outra dimensão. Terça e quarta-feira, o primeiro-ministro Silvio Berlusconi e o responsável diplomático Gianfranco Fini vão ao parlamento italiano expor o que aconteceu, sabendo que a aliança que mantêm com Washington vai ser questionada em todas as frentes.