Última hora

Última hora

Médio Oriente: desconfiança marca reinício das negociações

Em leitura:

Médio Oriente: desconfiança marca reinício das negociações

Tamanho do texto Aa Aa

Israelitas e palestinianos retomaram o diálogo este domingo, mas qualquer passo importante só deverá ser decidido depois de uma reunião entre o ministro da Defesa israelita e o presidente palestiniano, nos próximos dias.

A transferência do controlo da cidade de Tulkarem, na Cisjordânia, e provavelmente de Jericó para os palestinianos será uma das decisões a ser anunciada. Fontes palestinianas afirmam que o passo poderá ser tomado já terça-feira. Israel, no entanto, não avança qualquer data para a retirada, anulada, depois do atentado de dia 25 em Telavive ter bloqueado as negociações de paz. Numa entrevista publicada esta segunda-feira na revista Time, Mahmoud Abbas exige que Israel inicie as discussões relativas ao estatuto do território palestiniano, acusando a repressão israelita de inflamar o terrorismo. O ministro da Defesa israelita, Shaul Mofaz, por seu lado, continua a fazer depender qualquer negociação do desmantelamento dos grupos terroristas, tendo acusado Abbas de entrar em contradição entre palavras e acções. No próximo dia 15, os responsáveis palestinianos deverão voltar a reunir-se com os principais grupos armados, no Cairo, para tentar uma vez mais negociar um cessar-fogo duradouro.