Última hora

Última hora

Ramush Haradinaj entrega-se ao TPI

Em leitura:

Ramush Haradinaj entrega-se ao TPI

Tamanho do texto Aa Aa

Ramush Haradinaj viajou para Haia para se entregar ao Tribunal Penal Internacional (TPI).

O primeiro-ministro demissionário do Kosovo irá responder a acusações de crimes de guerra, cometidos durante o conflito na ex-Jugoslávia. Haradinaj, de 36 anos, anunciou a demissão esta terça-feira, após ter sido indiciado. Acompanhado pela mulher, partiu do aeroporto de Pristina, onde foi saudado por várias centenas de kosovares. O primeiro-ministro demissionário foi um dos líderes da guerrilha albanesa durante o conflito étnico que dividiu o Kosovo e é visto como um herói pela população. Um kosovar entrevistado na rua disse que as acusações contra Haradinaj são “uma grande injustiça para o equilíbrio político” e a sua demissão é “uma grande perda para o Kosovo.” Um outro afirmou que “ele mostrou como lutar e libertar o Kosovo, como fazer funcionar a paz e agora mostrou a sua bravura.” Os detalhes do processo contra Haradinaj ainda não são conhecidos, mas responsáveis judiciais em Belgrado suspeitam do envolvimento em 108 crimes de guerra.