Última hora

Última hora

Akhmed Zakayev: "Só pressão ocidental pode conduzir Moscovo à paz na Chechénia"

Em leitura:

Akhmed Zakayev: "Só pressão ocidental pode conduzir Moscovo à paz na Chechénia"

Tamanho do texto Aa Aa

A radicalização do conflito na Chechénia afigura-se como o resultado imediato da morte do líder independentista Aslan Maskhadov. O chefe de guerra islamita Chamil Basaev afirmou que “aqueles que lutaram por Maskhadov podem agora descansar, enquanto que para os que lutaram por Allah a “guerra santa” vai prosseguir.”

Em Londres, Akhmed Zakayev, o porta-voz do antigo presidente checheno é da opinião que “a paz não será possível enquanto Vladimir Putin e o actual regime do Kremlin estiverem no poder. Uma mudança apenas será possível se a Europa e o Ocidente pressionarem fortemente Putin.” Mas o tema Chechénia é abordado com muitas cautelas em Bruxelas e nas principais capitais europeias. As poucas reacções foram prudentes. A Comissão e a presidência luxemburguesa recordaram apenas a posição oficial: o conflito tem de ser resolvido por intermédio de uma solução política que respeite a integridade territorial da Rússia.