Última hora

Última hora

Enviado da ONU em Beirute para discutir retirada militar síria

Em leitura:

Enviado da ONU em Beirute para discutir retirada militar síria

Tamanho do texto Aa Aa

Os soldados libaneses começam a ocupar as instalações abandonadas pelo exército sírio como na localidade de Hamat no norte do país. Nesta região os militares são saudados por elementos da oposição que gritam ao mesmo tempo pela independência, soberania e liberdade.

A situação no Líbano pode conhecer nos próximos dias novos desenvolvimentos com a chegada do enviado-especial da ONU à região. Terje Roed-Larson vai, a partir de hoje, discutir com Beirute e Damasco um calendário para a retirada total das tropas sírias. Em Washington, no entanto, George W. Bush mantém a pressão: “De momento o presidente Assad disse estar a recuar para o Vale de Bekaa. Isto é uma meia-medida. É uma medida mas é uma meia-medida. A resolução é muito clara ao exigir uma retirada total.” O mediatismo das manifestações levou os apoiantes do presidente sírio Bashar al-Assad a concentrarem-se em Damasco um dia depois de Beirute ser palco duma manifestação semelhante. Entretanto na capital libanesa o presidente Emile Lahoud reconduziu o pró-sírio Omar Karamé na chefia do governo.