Última hora

Em leitura:

França em greve durante a visita do COI a Paris


mundo

França em greve durante a visita do COI a Paris

Perturbações nos transportes, nas escolas e nos correios marcam uma jornada de greve de 24 horas em toda a França. Os sindicatos exigem melhores salários, lutam pelo emprego e protestam contra a flexibilização da lei das 35 horas de trabalho semanais.Por isso, em Paris, o tráfego ferroviário e aéreo sofria esta manhã fortes perturbações, enquanto o metropolitano funcionava apenas a um quarto do ritmo habitual.

Para cúmulo, a greve anunciada deu origem ao congestionamento das principais vias rodoviárias.A mesma situação repercutiu-se em todo o país, com a entrega de pré-avisos de greve nos mais variados sectores em, pelo menos, 55 cidades. Aliás, para hoje, estão previstas 150 manifestações em todo o território francês. Para além do desemprego e das alterações à lei das 35 horas, os grevistas queixam-se da dramática descida do poder de compra, que, no sector público, chega aos 5% em três anos.Motivo para uma parisiense deixar um desabafo enraivecido: “Acho uma óptima ideia mostrar ao mundo que a França não funciona. Espero que a organização dos Jogos Olímpicos não seja atribuída a Paris, porque a cidade é uma confusão total”.

Uma opinião diferente da dos sindicatos, que já manifestaram apoio à candidatura parisiense aos Jogos Olímpicos de 2012, algo que será visível durante as marchas de protesto.Hoje prossegue na capital francesa a visita de 4 dias da comissão de avaliação do Comité Olímpico Internacional.
Saiba mais:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Mesa permanece na presidência da Bolívia