Última hora

Última hora

Rússia pagou dez milhões de dólares pelas informações sobre Maskhadov

Em leitura:

Rússia pagou dez milhões de dólares pelas informações sobre Maskhadov

Tamanho do texto Aa Aa

Dez milhões de dólares foi quanto pagou a Rússia pelas informações que permitiram capturar e abater Aslan Maskhadov, o presidente checheno independentista. O montante foi revelado pelos serviços secretos para apoiar a versão oficial, posta em causa pela imprensa.

A morte de Maskhadov foi anunciada a 8 de Março. Moscovo diz que Maskhadov foi morto num “bunker” numa região a norte de Grozny, a capital chechena, quando se opunha à sua detenção. O local foi depois destruído pelas tropas russas. Faltam assim provas para sustentar a tese da imprensa. Alguns jornais falam de uma operação encenada, pois o dito “bunker” não tinha condições para ser usado. Defendem que Maskhadov foi atraído pelos líderes pró-russos, com promessas de negociações. Foi detido, interrogado e morto. O seu corpo não será entregue à família. Foi enterrado em parte incerta o que revolta familiares e activistas dos direitos humanos. Moscovo oferece também dez milhões de dólares por informações sobre Chamil Bassayev. O chefe de guerra checheno, radical, inimigo número um de Moscovo, reivindicou, entre outras acções, os sequestros no teatro moscovita Dubrovka, que fez 344 mortos, e na escola de Beslan, onde morreram 130 pessoas.