Última hora

TPI conclui parte dos trabalhos sobre crimes cometidos na ex-Jugoslávia

Em leitura:

TPI conclui parte dos trabalhos sobre crimes cometidos na ex-Jugoslávia

Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Jugoslávia terminou hoje parte da sua missão, 12 anos depois de ter iniciado os trabalhos. O TPI tornou público os dois últimos actos de acusação, sendo estes dirigidos ao antigo ministro do interior da Macedónia, Ljube Boskovski, e ao seu guarda-costas, Johan Tarculovski.

Ao todo foram acusados mais de 120 alegados criminosos de guerra. Entre os mais conhecidos, o antigo presidente jugoslavo, Slobodan Milosevic, que está ainda a ser julgado. A presença do antigo homem forte de Belgrado no tribunal de Haia, na Holanda, representa o maior sucesso da comunidade internacional nesta matéria. A monte continuam 17 suspeitos, entre eles Ratko Mladic e Radovan Karadzic. Os responsáveis militar e político dos sérvios da Bósnia são tidos como os mentores do massacre de Srebrenica, onde foram mortos mais de sete mil muçulmanos. O tribunal das Nações Unidas encontra-se sob pressão. Os julgamentos deverão terminar dentro de três anos e o desmantelamento do TPI está previsto para finais de 2010.