Última hora

Última hora

França propõe-se reduzir défice e desemprego

Em leitura:

França propõe-se reduzir défice e desemprego

Tamanho do texto Aa Aa

Baixar o défice e o desemprego são os dois imperativos da economia francesa apresentados na tarde de quarta-feira pelo novo ministro da Finanças e Economia, Thierry Breton. O défice francês foi no ano passado de 3,7% e o desemprego atingiu os 10%.

“ O nosso objectivo quanto ao défice público para 2005, não ultrapassará, este ano, a barra dos 3%, uma vez que a previsão é de 2,9%. Este é o objectivo do governo. Iremos cumpri-lo”, afirmou Thierry Breton. E para atingir estes objectivos o novo ministro das Finanças e Economia pretende que a França obtenha um crescimento do Produto Interno Bruto de 2 a 2,5%, já no corrente ano, uma meta aparentemente difícil de obter,uma vez que as estimativas mais positivas dão à França um crescimento de apenas 1,9%. Quanto ao desemprego que atingiu 10%, a taxa mais alta dos últimos cinco anos, o novo ministro quer reduzi-lo, ainda durante 2005, para 9%. Às reinvindicações salariais, uma semana após as grandes manifestações que levaram à rua mais de um milhão de contestatários, Thierry Breton responde com incentivos fiscais para que as empresas distribuam aos trabalhadores parte dos lucros obtidos em 2004.