Última hora

Última hora

Petróleo bate recorde de preço no dia em que a OPEP decide aumentar a produção.

Em leitura:

Petróleo bate recorde de preço no dia em que a OPEP decide aumentar a produção.

Tamanho do texto Aa Aa

O custo do barril de petróleo bateu, na tarde desta quarta-feira, um novo recorde histórico cotando-se a 57, 67 dólares ultrapassando assim largamente o antigo recorde de Outubro passado. Tudo isto ocorre no mesmo dia em que a OPEP ,(Organização dos Países Produtores de Petróleo) decidiu aumentar a produção diária em 500 mil barris. O objectivo desta medida é o de obrigar o preço do crude a descer até ao intervalo entre os 40 e os 50 dólares. A grande impulsionadora da decisão foi a Arábia Saudita.

Na realidade este aumento de 500 mil barris por dia está muito longe ainda do nível da procura mundial. A OPEP produz actualmente 27 milhões de barris por dia. Apesar dos preços bastante elevados do crude nos mercados mundiais, a maior parte dos membros do cartel defenderam, durante a reunião, a manutenção do “status quo”, quer dizer, a continuação dos actuais níveis de produção. Durante este encontro na cidade iraniana de Ispahan, a Arábia Saudita e o Kuwait comprometeram-se a assegurar a produção do volume extraordinário, hoje decidido, uma vez que são os dois únicos países, no seio da OPEP, com capacidade tecnológica para o fazer.