Última hora

Última hora

Magnata russo Anatoli Chubais alvo de atentado falhado

Em leitura:

Magnata russo Anatoli Chubais alvo de atentado falhado

Tamanho do texto Aa Aa

O homem conhecido como o pai da privatização na Rússia escapou ileso a uma bomba e a tiros à queima roupa. Anatoli Chubais, director da empresa Sistema Energético Unificado da Rússia, foi atacado numa estrada, perto de Moscovo, quando seguia para o escritório da sua casa, em Javoronski, a 39 quilómetros da capital russa.

Depois da explosão homens atiraram sobre o veículo com armas automáticas. O carro que o transportava era blindado. Ninguém ficou ferido. Desde 1998 que Chubais dirige o monopólio eléctrico russo. Com 49 anos, o magnata, uma das grandes personalidades públicas do país, foi uma figura chave nas reformas promovidas por Boris Ieltsin e espera-se dele um empurrão para as actuais reformas no sector energético do país. Chubais foi primeiro vice-primeiro ministro e encabeçou o vasto programa de privatizações, lançado depois do fim da União Soviética, que originou os poderosos oligarcas russos, próximos do Kremlin de então.