Última hora

Última hora

Scotland Yard evita roubo electrónico milionário

Em leitura:

Scotland Yard evita roubo electrónico milionário

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de piratas informáticos tentou roubar 220 milhões de libras, cerca de 316 milhões de euros, da filial britânica do banco japonês Sumitomo. As autoridades conseguiram desmontar a rede a tempo de evitar o roubo. O grupo não usava armas nem pés de cabra, mas sim alta tecnologia informática.

Em Israel, foi detido um dos alegados membros da rede. Yaron Bolandy, residente em Telavive, iria alegadamente receber 20 milhões de euros provenientes do roubo e está agora à espera de julgamento. A polícia diz estar atrás de outros alegados membros. A rede pretendia, através de um esquema informático, transferir o dinheiro para dez contas espalhadas pelo Mundo. Richard Archdeacon, especialista em segurança informática, descreve o esquema: “Sabe-se muito pouco. Parece que um bando de criminosos conseguiu entrar num banco e roubar dinheiro, mas em vez de arrombar a porta usou métodos electrónicos. Introduziu um programa no sistema do banco e a partir daí conseguiram controlá-lo e movimentar contas”. O programa utilizado pelos piratas é um conhecido produto de “spyware” que pode ser comprado em lojas informáticas por 20 euros. Foi graças a uma divisão especial da Scotland Yard que o esquema foi desmontado. O Sumitomo já anunciou que esta tentativa de roubo não causou qualquer problema financeiro.