Última hora

Última hora

Turistas na Tailândia inabaláveis face aos alertas de tsunami

Em leitura:

Turistas na Tailândia inabaláveis face aos alertas de tsunami

Tamanho do texto Aa Aa

Uma relativa tranquilidade era o sentimento dominante dos turistas de férias em Phuket, na Tailândia. Apesar desta zona ter sido uma das mais atingidas pelo tsunami de 26 de Dezembro de 2004, desta vez a ocorrência de um sismo passou quase desapercebida.

Muitos só souberam do violento abalo que chegou aos 8,7 graus na escala de Richter e que desencadeou um alerta ao tsunami em vários países do Sudeste Asiático pela televisão, como relatou uma turista britânica. “Não sentimos nada. Recebemos uma chamada dos meus pais às duas da manhã a dizer que tinham visto alerta na televisão. Então levantámo-nos e estivemos a ver as noticias durante uma hora, olhámos para fora e… ficámos nervosos mas ao mesmo tempo estávamos num local elevado e sentiamo-nos muito confortáveis”. Apesar da lembrança do tsunami recente, um turista suíço de férias em Phuket não entrou em pânico:” Nao foi assim tao grave”, afirmou. Não obstante o pânico que se instalou entre a população, os piores receios não se concretizaram. O sismo ocorrido ao largo da ilha de Samatra na Indonésia não deu origem a um tsunami nem provocou estragos. As autoridades tailandesas mostraram-se satisfeitas com o funcionamento do sistema de alerta de tsunami, que, quando estiver totalmente terminado vai permitir comunicar os alertas usando a televisao, a radio ou mensagens escritas sms.