Última hora

Última hora

Caxemira indiana e paquistanesa de novo ligadas por linha de autocarros

Em leitura:

Caxemira indiana e paquistanesa de novo ligadas por linha de autocarros

Tamanho do texto Aa Aa

Quase 60 anos depois, os autocarros voltam a ligar a região da Caxemira, dividida entre a Índia e o Paquistão. A primeira viagem realizou-se hoje, mas os veículos foram alvos de tiros, embora nenhum tenha sido atingido. As autoridades indianas falam de tiros acidentais, as televisões de um ataque de activistas que tinham proferido ameaças.

Os autocarros vão ligar Srinagar a Muzaffarabad. A ligação entre as duas principais cidades, da parte indiana e da parte paquistanesa, de Caxemira é um sinal da aproximação entre Islamabad e Nova Déli. Foi decidida em Fevereiro, depois da região ter estado na origem de três guerras. Do lado indiano, a caravana da paz partiu sob os olhos do primeiro-ministro, Manmohan Singh, mas do lado paquistanês deu-se primazia à segurança. A estrada da região himalaia está sob vigilância apertada dos dois países, face às ameaças de grupos hostis à presença indiana em Caxemira e das tentativas de ataque registadas. A ligação, de sete horas, tem uma paragem: na Ponte da Liberdade. A passagem na fronteira obriga os passageiros a uma caminhada de centenas de metros, a submeterem-se aos controlos de segurança e a mudarem de veículo.