Última hora

Última hora

Testamento revela que Papa pensou renunciar e ser sepultado na Polónia

Em leitura:

Testamento revela que Papa pensou renunciar e ser sepultado na Polónia

Tamanho do texto Aa Aa

João Paulo II pensou renunciar ao Pontificado no ano 2000 e em ser sepultado na Polónia. Estas são as grandes revelações do testamento do Papa, publicado hoje.

Segundo o documento de 15 páginas, o Sumo Pontífice ponderou renunciar, devido à doença, após o Jubileu. O desejo de ser sepultado na terra natal foi expresso em 1982, mas revogou-o três anos depois, deixando o assunto ao critério do Colégio Cardinalício. No documento, escrito ao longo de mais de duas décadas em polaco, João Paulo IIpede que todas as notas pessoais sejam queimadas. Na ausência de indicações, os cardeais decidiram sepultar o Papa esta sexta-feira na cripta da Basílica de São Pedro. Os preparativos para as exéquias do Pontífice já estão em curso, mas a Basílica e o corpo serão preparados só depois de fechada a câmara ardente. As portas do templo deverão fechar às 22h, hora local, ou pelo menos depois de entrarem todos os fiéis que estão nas filas à espera de dizer adeus ao Papa. Roma foi invadida por milhões de peregrinos e as autoridades vêm-se obrigadas a multiplicar os meios dos planos de assistência e segurança. Para além de mais meios humanos e materiais, as autoridades desaconselham os peregrinos a deslocarem-se ao centro de Roma. A capital italiana estará esta sexta-feira fechada ao tráfego automóvel e aéreo. A segurança a isso obriga. Para além dos milhões de fiéis, as exéquias do Papa trazem à Cidade Eterna mais de 200 líderes políticos, religiosos e de instituições internacionais.