Última hora

Última hora

KarstadtQuelle tem perdas recorde em 2004

Em leitura:

KarstadtQuelle tem perdas recorde em 2004

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo alemão de grandes armazéns e vendas por catálogo, KarstadtQuelle, teve um prejuízo recorde no exercício de 2004. O grupo perdeu mais de 1,6 mil milhões de euros.

No entanto, os prejuízos, excluindo custos de reestruturação, foram menos graves que o esperado e cifraram-se nos 190 milhões de euros.O presidente interino da KarstadtQuelle, Roland Pinger, diz que “o objectivo é reestruturar o grupo, transformando-o de uma rede de armazéns generalistas num grupo especializado. Esse esforço implica o corte de cerca de 5700 postos de trabalho. Este ano, os gastos com o pessoal vão ser reduzidos em 200 milhões de euros”. O prejuízo astronómico de 2004 segue-se a um lucro, em 2003, de 108 milhões de euros. A facturação caiu em cerca de mil milhões de euros e o quadro do pessoal foi reduzido, dos mais de 100.900 empregados que o grupo tinha, para um número perto dos 92.500. Os problemas da KarstadtQuelle foram agravados pela falta de um parceiro estratégico, como explica Christoph Schlautmann, analista do jornal económico Handelsblatt: “Era preciso encontrar um investidor que desse dinheiro para renovar os armazéns, que precisam de se tornar mais atractivos para os clientes”. A KarstadtQuelle está a sofrer com a queda de popularidade do conceito de grandes armazéns. O modelo está a ser ultrapassado pelas cadeias de lojas mais pequenas e pelos centros comerciais.