Última hora

Última hora

Petróleo cai para mínimo de seis semanas

Em leitura:

Petróleo cai para mínimo de seis semanas

Tamanho do texto Aa Aa

O petróleo caiu para novos mínimos de seis semanas, esta quarta-feira. Esta queda acontece depois da Agência Internacional de Energia ter emitido um relatório onde revê em baixa a procura mundial de petróleo.

Segundo a Agência, a procura está a dar sinais claros de abrandamento, pela primeira vez em dois anos. O barril de Brent ronda agora 51 dólares e meio, o valor mais baixo desde o início de Março, a cair 12 por cento em relação ao máximo histórico atingido nesse mesmo mês, acima dos 58 dólares. A OPEP anunciou que vai, no próximo mês, aumentar os limites de produção em 500 mil barris por dia, o que está também a ajudar à queda nos preços. A especulação estava a ser alimentada por um aumento da procura nos mercados asiáticos, sobretudo na China. Esta tendência parece estar a chegar ao fim. A Arábia Saudita, maior produtor do Mundo, decidiu aumentar as exportações para esta região do Globo, o que vai aumentar as reservas asiáticas de petróleo em 300 mil barris por dia.