Última hora

Última hora

Chirac vai à televisão defender 'Sim' à Constituição Europeia

Em leitura:

Chirac vai à televisão defender 'Sim' à Constituição Europeia

Tamanho do texto Aa Aa

A crescente tendência do eleitorado francês no sentido de rejeitar o Tratado Constitucional no referendo de 29 de Maio vai reduzir o peso político da França no seio da União Europeia.

Esta é uma das conclusões de Jacques Chirac durante um debate televisivo, transmitido ontem e no qual o presidente francês respondeu às questões de jovens entre os 18 e os 30 anos. Por isso, Chirac salientou que a aprovação do documento é crucial para fortalecer a Europa dos 25. “Temos de ter regras. Sem regras não há organização, não há poder, não temos importância. Estas regras são a Constituição. Trabalhámos muito, reflectimos muito e acordámos entre os 25 Estados-membros estas regras que são a garantia da nossa existência futura”. Numa plateia onde apenas foram admitidos partidários do “Sim”, Chirac alertou o eleitorado para as consequências políticas do ‘Não’. “Se a França votasse contra a Constituição, a França pelo menos durante uns tempos, porque nada é irremediável deixaria de existir politicamente no seio desta Europa”. À margem deste debate, o Zénith de Paris foi palco de um encontro que reuniu seis mil partidários do ‘Não’. Uma reunião que foi apadrinhada por forças políticas de esquerda e por organizações altermundialistas.