Última hora

Última hora

Philips em queda por causa dos ecrãs planos

Em leitura:

Philips em queda por causa dos ecrãs planos

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo holandês de electrónica, Philips, anunciou uma queda de quase 79% nos lucros líquidos no primeiro trimestre do ano, o equivalente a perdas de 117 milhões de euros. Principais responsáveis por estes números são os resultados operacionais em baixa nos ecrãs planos e nos semicondutores.

Em comunicado, a Philips anuncia uma quebra de 12,5% nos lucros operacionais do grupo mas, em contrapartida, o volume de negócios mantém-se estável e cumpre as expectativas. A divulgação destes dados sobre a saúde financeira do grupo, fez-se sentir, esta segunda-feira, no preço das acções da Philips que, a meio da manhã, tinham desvalorizado 3,7 por cento. O grupo holandês passa pelas mesmas dificuldades de outros grupos de electrónica, com as vendas dos ecrãs planos LCD. No segundo semestre de 2004, as vendas não corresponderam às expectativas. Face a uma procura menos importante que o esperado, os preços tiveram que sofrer ajustamentos em baixa da ordem dos 40 por cento. Segundo os analistas, até 2008, a competitividade no sector dos ecrãs planos, fará descer os preços ao nível de produtos de consumo de massas.