Última hora

Última hora

O fim anunciado da Iukos

Em leitura:

O fim anunciado da Iukos

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça russa acabou de decidir aquele que pode ser o golpe de misericórdia do império Iukos.

O tribunal de Moscovo emitiu uma providência cautelar sobre as duas mais importantes filiais da Iukos. Trata-se de uma medida preventiva no âmbito da queixa apresentada pela Rosneft, a empresa estatal de gás que absorveu, em Dezembro do ano passado, a filial de gás da Iukos. A Rosneft reclama uma indemnização de 163 mil milhões de rublos, cerca de 5 mil milhões de euros, por má gestão. Alguns analistas consideram que o Kremlin tenta acabar rapidamente com o caso Iukos, por causa das negociações de entrada na OMC. Paralelamente à desarticulação do grupo, aguarda-se a sentença do processo de Mikhaïl Khodorkovski, que deverá ser proferida no próximo dia 27 de Abril. O ex-patrão da Iukos poderá ser condenado à pena de dez anos de prisão pedida pelo Ministério Público.