Última hora

Última hora

Economia chinesa em forte crescimento

Em leitura:

Economia chinesa em forte crescimento

Tamanho do texto Aa Aa

O governo chinês está sob cada vez maior pressão para travar o crescimento económico, depois dos novos dados agora publicados. Nos doze meses até ao fim de Março, a economia chinesa cresceu 9,5 por cento, um número acima das expectativas da maioria dos analistas. O PIB atingiu o equivalente a 291 mil milhões de euros e manteve-se estável em relação ao final de 2004. Os números foram apresentados esta quarta-feira pelo executivo de Pequim.

O investimento na China continua a ser considerado excessivo e prevê-se uma subida nas taxas de juro. A liberalização do mercado europeu no que toca aos têxteis chineses tem dado muito que falar, mas não é só neste sector que a economia da China tem vindo a expandir-se. No sector tecnológico, duas empresas ocidentais, a Motorola e a Quanta Computers, anunciaram que vão expandir as fábricas em território chinês. Enquanto o crescimento económico é considerado excessivo, crescem as pressões para que o governo dê alguma flexibilidade à moeda nacional, o yuan, também chamado rembimbi, que se mantém há onze anos praticamente inalterado relativamente ao dólar. Os analistas acreditam que isso deve ser feito ainda este ano. Esta quarta-feira, o secretário norte-americano do tesouro, John Snow, voltou a pedir a flexibilização da moeda chinesa.