Última hora

Última hora

Adopção de crianças e casamento de casais do mesmo sexo aprovado em Espanha

Em leitura:

Adopção de crianças e casamento de casais do mesmo sexo aprovado em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento espanhol aprovou na manhã desta quinta-feira a reforma do Código Civil, que vai permitir o casamento entre homosexuais e a adopção de crianças por esses mesmos casais.

O projecto tem agora de passar no senado, depois regressa ao parlamento para uma aprovação definitiva. Para o presidente do COGAM, grupo defensor dos direitos dos homosexuais, Arnaldo Gancedo, “este gesto representa um momento histórico para os homosexuais e lésbicas de Espanha, é o fim de uma batalha de anos pela igualdade de direitos”. Mas o outro lado da moeda traduz-se num ataque contra o governo. Para Ignacio Arsuaga, presidente da associação Faz-te Ouvir, cristã, posicionada contra o casamento homosexual, “esta é uma prova em como o executivo espanhol apenas ouve uma minoria, e não a sociedade como um todo”. A Espanha converte-se assim no primeiro país da Europa a permitir a adopção por parte de casais do mesmo sexo e o terceiro a legalizar casamentos homosexuais, depois da Holanda e da Béçgica, embora nalguns lands alemães essa prática já esteja prevista pela legistação.