Última hora

Última hora

Nacionalistas de Taiwan aproximam-se da China

Em leitura:

Nacionalistas de Taiwan aproximam-se da China

Tamanho do texto Aa Aa

A China esperou mais de meio século para ver o líder dos nacionalistas de Taiwan fazer o caminho para a reconciliação. Acabou por acontecer esta sexta-feira.

O presidente chinês Hu Jintao recebeu, em Pequim, Lien Chan, o responsável pelo Kuomintang. Tratando-se de antigos inimigos, o tom do encontro não podia ser mais inédito. Ambos salientaram a oposição conjunta à independência de Taiwan, manifestaram a vontade de definir um futuro partilhado que passa pela criação de um mercado económico comum e por iniciativas como ajudar a ilha a aderir à Organização Mundial da Saúde, por exemplo. Tudo isto deu ares de uma visita de Estado. Mas Lien Chan não é a voz oficial de Taiwan. Actualmente, o Kuomintang está na oposição. Quem está no poder é o partido DPP, dirigido por presidente Chen-Shui bian, que continua a lutar pela independência do continente. O próximo escrutínio presidencial é em 2008 e os independentistas contam com o apoio demonstrado durante as manifestações contra a lei anti-secessão chinesa que autoriza o recurso à força para garantir a soberania do país.