Última hora

Última hora

Têxteis: "Não há guerra comercial", garantem UE e China

Em leitura:

Têxteis: "Não há guerra comercial", garantem UE e China

Tamanho do texto Aa Aa

Europa e China desmentem a existência de uma “guerra comercial” por causa dos têxteis. O comissário europeu, Peter Mandelson encontrou-se, em Paris, com o ministro chinês da tutela, Bo Xilai. Mandelson garantiu que será prudente e que, a agir, só o fará com base em factos e provas.

O sector têxtil europeu reclama do aumento das importações de roupa e tecidos chineses desde que, a 1 de Janeiro, foram abolidas as quotas à importação. Bruxelas abriu uma investigação a nove categorias de têxteis. O resultado deverá ser conhecido antes de Junho. A confirmar-se um aumento excessivo, Bruxelas poderá accionar as cláusulas de salvaguarda. A China, por seu lado, diz que não pretende uma alta exagerada das suas exportações, mas sim um aumento moderado. Bo Xilai declarou ainda já ter tomado dez medidas unilaterais específicas – entre as quais, medidas aduaneiras e fiscais – que, garante, “começam a produzir efeitos”. Segundo o ministro chinês, houve uma baixa das exportações em Março, que deverá continuar em Abril e Maio. Entre os produtos fabricados na China, e agora investigados pela União, contam-se camisas, pólos ou calças de homem, por exemplo.