Última hora

Última hora

Bush celebra na Holanda fim da Segunda Guerra Mundial na Europa

Em leitura:

Bush celebra na Holanda fim da Segunda Guerra Mundial na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente americano celebrou hoje no cemitério de Margraten, no sudeste da Holanda, os 60 anos do fim da Segunda Guerra Mundial na Europa.

Foi na companhia da rainha Beatriz e do primeiro-ministro holandês, que George W. Bush homenageou, depositando uma coroa de flores, os 8300 soldados americanos mortos no combate pela libertação da Europa do jugo nazi e sepultados em Margraten. O chefe do governo holandês, Jan Peter Balkenende, relembrou a contribuição americana para a vitória aliada há 60 anos mas não deixou de se referir à Magna Carta europeia, que a Holanda referenda em Junho. Segundo Balkenende, a União Europeia, em fase de referendos sobre a Constituição Europeia, acredita na ideia inscrita no texto de que “a Europa, agora unida após experiênciasdolorosas, pode avançar no caminho da civilização, do progresso e da prosperidade”. Face a milhares de pessoas, entre elas antigos combatentes americanos, o presidente Bush falou do poder da liberdade e comparou a luta de há 60 anos contra o nazismo com o combate desenvolvido hoje para promover a democracia em países como o Iraque ou o Afeganistão. Destacou o facto de, na linda manhã holandesa, se comemorar uma grande vitória da liberdade, relembrando que todas as cruzes brancas de Margraten representam o terrível preço pago por esse ideal. A próxima etapa de Bush é a Rússia, onde amanhã participa nas celebrações do fim da Segunda Guerra Mundial. Mas o encontro com o homólogo russo será difícil, depois do apoio dado aos países bálticos na polémica com Moscovo.