Última hora

Última hora

Cimeira Russia-UE vai estreitar cooperação entre os dois blocos

Em leitura:

Cimeira Russia-UE vai estreitar cooperação entre os dois blocos

Tamanho do texto Aa Aa

Findas as comemorações do 60.o aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial na Europa, União Europeia e Rússia olham para o futuro: reúnem-se, em Moscovo, numa Cimeira que visa a assinatura de uma parceria estratégica. O acordo é ambicioso e abrirá quatro espaços comuns de cooperação: económica; cultural; de justiça e segurança interna e, por fim, segurança externa. A questão económica é uma das mais imediatas. A parceria visa criar um grande mercado entre os dois blocos.

Mas alguns assuntos continuam a toldar as relações entre Moscovo e Bruxelas. Desde que, há um ano, a União se alargou a dez novos Estados, a Rússia passou a ser um vizinho muito próximo da Europa que tem mesmo um enclave no grupo: Kalininegrado. O objectivo, a médio prazo, é a livre circulação de pessoas entre os dois blocos, com o fim dos vistos. Para tal, Bruxelas quer que Moscovo se comprometa a readmitir os imigrantes ilegais que tenham passado pelo seu território, sejam ou não russos. Uma condição que o governo de Putin não parece inclinado a aceitar. Um outro assunto difícil é a Chechénia. Mas, para grande satisfação de Moscovo, o tema não será discutido pela União Europeia. Isto embora a cooperação em termos de segurança externa permita discutir outros conflitos da região.